Central de Refrigeração


Central de Refrigeração
Eficiência energética e mecânica

Toda empresa que possua mais de três ambientes ou equipamentos a serem refrigerado já pode pensar na solução de compressores em paralelo, chamado popularmente de rack, a diferença entre o sistema tradicional de refrigeração onde cada ambiente, câmara fria ou equipamento tem seu compressor é basicamente que todos compressores e seus respectivos condensadores saem de cena e entra uma central de refrigeração, o tradicional rack, que são compressores em paralelo interligados a um ou mais condensadores e dessa central que supre toda demanda frigorífica da empresa, seja essa empresa comercial – supermercados – industrial – frigoríficos, fábricas alimentícias – ou centrais de distribuição logística.
Essa concepção além da eficiência energética, traz também eficiência mecânica, obtendo vantagens como menor carga total instalada, pois é possível se operar por demanda, se sabendo que existem casos que se usa apenas 70% da carga instalada no mesmo instante, pois sempre se terá evaporadores em degelo ou câmaras sem necessidade da troca de calor por já ter atingindo sua temperatura, por exemplo; evidente que tudo isso deve se passar por um criterioso projeto antes da adoção da solução.

Mais significa menos • • •

Em um sistema de refrigeração com compressores em paralelo é comum o número total de compressores diminuírem pela metade ou até 1/3 da necessidade usual em sistemas tradicionais de unidades condensadoras, graças a isso é possível a utilização de compressores mais eficientes e de maior qualidade, o mesmo vale para os ventiladores dos condensadores que são outro vilão do consumo de energia elétrica, num sistema ponto a ponto o ventilador do condensador ou ficará ligado ou desligado, num rack esse mesmo ventilador pode se integrar a um inversor de frequência, operando a meia capacidade de vazão de ar e consumindo 10% da energia elétrica que consumiria estando em sua capacidade nominal de aspiração de ar ao condensador. Outra vantagem é a otimização do layout da planta de produção, tendo a central de refrigeração isolado num ponto único da empresa.

Central de refrigeração – Eficiência mecânica
Do ponto de vista mecânico as vantagens de um sistema de compressor em paralelo são: otimização da condensação, obtido graças a centralização da condensação num ponto único, isso possibilita o ponto ideal de controle da pressão de alta no sistema, fundamental para melhor eficiência de refrigeração de todo sistema; possibilidade de usar melhores compressores, usualmente semi-hermético ou scroll, que são de melhor qualidade e também mais eficientes que os pequenos compressores herméticos utilizados em sistemas de ponto a ponto; melhor controle de pressão através de transdutores e pressostatos, adoção do controle do nível real do óleo, algo impensável em unidades condensadoras de pequeno porte (ponto a ponto), possibilidade de se isolar um compressor com defeito e todo sistema ainda operar de forma parcial sem a parada da produção de frio, separador de líquido

Vantagens do sistema de compressor em paralelo:

    • Economia de energia de até 50% em relação ao sistema tradicional;
    • Maior confiabilidade Elétrica;
    • Maior confiabilidade Mecânica;
    • Menor custo de manutenção;
    • Otimização do Layout de produção da empresa.